Você sabe o que é uma franquia?  Já pensou em fraquear seu negócio de alimentação ou ser um franqueado?

É com imenso prazer que falo pra vocês leitores sobre esse tipo de negócio de alimentação que me encanta cada dia e faz parte da minha vida de consultoria diariamente.

Ser uma franquia ou ser um franqueado é vantajoso?

Sim!

E eu vou te dizer os motivos pelos quais você deveria pensar em se encaixar em um deles.

A maioria das pessoas já ouviu falar sobre uma franquia ou já usufruiu dos serviços de uma, seja ela de alimentação ou não.

Segundo a lei n°8955/94, Franquia ou franchising empresarial é o sistema pelo qual o franqueador (dono da franquia) cede ao franqueado (pessoa com desejo de abrir a franquia) o direito de uso da marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semiexclusiva de produtos ou serviços.

Existem vários tipos de franquias e, para quem deseja expandir sua marca, pode optar pela que mais atenda a sua meta de crescimento.

É muito relevante que o empresário que tem esse objetivo pense na criação de Procedimentos Operacionais Padronizados, os famosos POP’s, que são uma descrição detalhada com o passo a passo de todas as operações realizadas pelo franqueado.

Isso inclui tempo de preparo, o recebimento dos insumos até o produto final entregue ao cliente.

Quem usufrui do serviço de uma franquia espera sempre uma mesma estrutura arquitetônica, mesma decoração, os mesmos protocolos de atendimento, a mesma qualidade do produto oferecido, a mesma montagem e/ou apresentação, os mesmos preços e principalmente que a realidade seja idêntica ao que é propagado em fotos e vídeos nos vários meios de divulgação existentes e utilizados pelas estratégias de marketing.

Mas você deve estar se perguntando: como vou fazer pra franquear meu negócio se não tenho capital para investir?

Bem, vamos lá!

Primeira coisa na vida e nos negócios é acreditar em você e no seu produto, apostar na qualidade e no diferencial que seu negócio oferece ao cliente.

Nunca temer a concorrência, é ela quem vai te fazer crescer ainda mais e querer ser cada vez melhor no que produz.

Dentre os passos básicos, ressalto realizar uma pesquisa de viabilidade de negócio, valor estimado do investimento, pensar na elaboração de documentos jurídicos constando de direitos e deveres para franqueador e franqueado.

Depois disso é correr atrás desse objetivo, divulgando seu interesse para aqueles potenciais investidores que podem literalmente comprar sua ideia e partir para a ação.

Uma franquia pode ter vários investidores, assim como lojas franqueadas também.

Pode ter seu investidor atuando diretamente nas operações e pode ser que ele não queira nunca participar ativamente, mas cobre por resultados, afinal ele investiu e quer ver retorno.

Às vezes ambas as situações podem trazer algumas desvantagens gerando conflito de ideias e opiniões em alguns pontos, mas isso é outro assunto extenso.

A expansão pode acontecer tanto pela procura do interessado em ser um franqueado, quanto também da franquia ir demandar investidores para se fortalecer no mercado.

Algumas marcas se fortalecem de tal maneira que são convidadas a abrir unidades em shopping Center, aeroportos, supermercados, universidades a ate mesmo em postos de gasolina, considerando serem pontos estratégicos para atrair mais clientes.

Investir em uma pessoa ou, no caso de uma grande franquia, uma equipe com habilidades em comunicação e marketing proporciona um grande diferencial para uma franquia, pois é ela quem vai elaborar toda estratégia de vendas e mensurar quais pontos necessitam de mais atenção e modificação para que sejam eficazes.

Dentre as vantagens de um franqueador, podemos citar:

  • Como já mencionado no texto, a exigência de investimento é menor, pois quem vai desembolsar é o franqueado e seu negócio vai expandir com mais rapidez e isso ira proporcionar credibilidade e autoridade no mercado perante os clientes;
  • Mais disponibilidade para se criar novos produtos, pensar em mais estratégias de crescimento, devido à independência, responsabilidade e as ferramentas dadas a cada franqueado para gerenciar o negócio;
  • Necessidade da existência de menos colaboradores ligados à franquia, haja vista que cada unidade vai gestar suas equipes e cuidar de toda parte burocrática desse quesito;
  • Maior interesse dos franqueados em aumentar os resultados e consequentemente a lucratividade;
  • Lucratividade em vendas de produtos elaborados e vendidos apenas pelo franqueador, sendo o franqueado obrigado a adquirir apenas da unidade franqueadora.

Agora vamos às vantagens para quem é o franqueado:

  • Planejamento mais estruturado do negócio, tanto da parte de localização (estudo de viabilidade, vendas, lucratividade) quanto de equipamentos, operações e parte administrativa.
  • Recebe orientação constante, treinamentos, os manuais com os Procedimentos Operacionais Padronizados (POP,s) e consultorias de campo em diversas áreas com o objetivo de sempre manter um padrão exigido pelo franqueador.
  • Menor investimento em propagandas, pois o franqueado já tem essa taxa paga mensalmente ou anualmente para que a franquia faça o planejamento, criando campanhas de acordo com o comportamento do público em determinadas épocas do ano e/ou datas comemorativas (férias, volta às aulas, ENEM, dia das crianças, dia dos pais, dia das mães, natal, dentre outros) e até mesmo pensar em qual marketing é mais indicado para um produto que proporciona mais lucratividade e não está com uma boa venda. Muitas vezes as ações de marketing vão ter respostas diferentes devido à localização de cada loja, sendo assim a franquia pode optar por campanhas que atendam melhor a demanda daquele público em específico;
  • Facilidade e melhores preços na aquisição de insumos, visto que a compra para várias unidades será em um montante maior e os fornecedores podem oferecer melhores preços e melhores condições de pagamento;

Bom, nos tópicos acima foram citadas algumas vantagens para franqueados e franqueadores dentre as muitas existentes.

Claro que, como em tudo nessa vida, encontramos desvantagens e desafios a serem encarados, mas meu propósito aqui é destacar pra você que apesar de tudo isso, vale a pena investir nesse nicho e obter muito sucesso.

Outro ponto extremamente relevante, não só das franquias, mas de todos os serviços de alimentação são os colaboradores, pois são eles que fazem o processo acontecer na pratica e precisam ser sempre motivados para se envolver e executar cada dia com mais dedicação suas funções.

Empresários, vocês dão o devido valor aos seus colaboradores?

Sabem o verdadeiro motivo de eles trabalharem no seu estabelecimento?

Eles têm sonhos?

Se você até hoje não se atentou a isso ou achou que era menos importante, você precisa refletir.

Pensando nisso é que muitas franquias criam ações e/ou programas de incentivo, como por exemplo, o funcionário do mês, prêmio individual ou em equipe por meta atingida, o dia da família na loja franqueada criando laços mais estreitos, um café com aquele funcionário mais introvertido para saber mais sobre seus objetivos de vida e tantas outras iniciativas que fazem com que o manipulador de alimentos se sinta importante e valorizado dentro do seu local de trabalho.

Ter e manter uma equipe motivada e empenhada não é tarefa fácil, mas é possível, basta entender que ter matéria prima de qualidade e não ter quem excuta com perspicácia, de nada resolve.

Além de tudo isso, as franquias estão muito bem atentas às tendências do mercado, naquilo que o cliente busca, nos avanços tecnológicos que possam alavancar os seus lucros.

Ponto esse a ser destacado nas grandes franquias de alimentação já consolidadas há anos e que ainda assim continuam buscando se reinventar no mercado, realizando investimentos em todos os setores, principalmente em propagandas.

Afinal de contas, hoje o cliente é cada vez mais exigente e o mercado de alimentação incrivelmente mais concorrido, que como eu também já mencionei, torna-se algo relevante por proporcionar cada vez mais qualidade ao cliente, devido à busca por inovações e melhorias dos produtos já lançados no mercado.

Como a consultoria de Alimentos pode ajudar uma franquia?

A consultoria de Alimentos é um serviço que se caracteriza por visitas semanais ao estabelecimento com objetivo de auxiliar os proprietários em demandas específicas ( Elaboração de Manual de Boas Práticas, cardápios, redução de desperdícios, rotulagem de alimentos, dentre outros)  ou apenas adequar o local a normas estabelecidas pela ANVISA – Agencia Nacional de Vigilância Sanitária, juntamente com a VISA – Vigilância Sanitária do município.  

Em se tratando de franquias, cada seguimento vai gerar uma demanda e cada franqueador vai estabelecer o que é prioridade para o seu negócio.

De maneira geral, as franquias vão se preocupar com padrão de qualidade dos produtos, menor desperdício, padronização dos processos e Boas Práticas de Fabricação que possam garantir a segurança dos alimentos.

A consultoria de alimentos tem o beneficio de fazer com que essas metas sejam alcançadas sem que necessite de um vínculo empregatício direto e com um investimento bem menor para a franquia ou loja franqueada.

Além da consultoria, temos os sistemas de auditorias que podem ser executadas pela própria consultora que realiza as consultorias de rotina ou pode ser uma terceira pessoa contratada pela franquia especificamente para isso.

As auditorias podem ter frequência maior ou menor, vai depender da exigência do tipo de negocio de alimentação.

Pode acontecer mensalmente, a cada bimestre ou trimestre, sem aviso prévio e se utiliza de checklist especifico para avaliação, tendo como referência um percentual mínimo a ser atingido para que a loja seja considerada dentro dos padrões preestabelecidos pela franquia.

É base para elaboração de planos de ação, para melhoria do que foi pontuado e não se encontra dentro do esperado.

Podem ser utilizadas também para conceder bonificações para seus colaboradores e ser ferramenta de incentivo para que os mesmos se dediquem mais ao trabalho executado.

Alguns shoppings possuem empresas que fazem esse tipo de trabalho, porém aplicam checklist especifico quanto a legislações da ANVISA e fazem orientações quanto às adequações necessárias.

Portanto, se você é um franqueador, um fraqueado ou pensa em entrar para esse mundo das franquias, invista em uma empresa de consultoria de alimentos qualificada ou até mesmo em um consultor competente para se garantir ainda mais quanto à qualidade e cumprimento não somente das legislações, mas de tudo mais que citei nesse artigo.

Invista no seu sonho, acredite no seu produto.

Seja o diferenciado do mercado, aquele que quer sempre gerar uma experiência única para o cliente, que na atualidade, não quer mais apenas um produto bem preparo e um atendimento bom.

E aí, vamos franquear seu negocio de alimentação?

Que tal ser referência, ter credibilidade perante os clientes e autoridade no mercado de alimentação?

Thatiane Alves

Você gostou deste artigo? Deixe seu voto abaixo!

4.5/5 - (10 votes)