Uma certa vez, em um dos restaurantes onde trabalhei há alguns anos atrás, recebemos a visita de um de nossos fornecedores.

Na época eu estava pesquisando alguns fornecedores novos, cotando preços, experimentando amostras, enfim, conhecendo mais opções de fornecedores das nossas matérias-primas.

No meio da conversa com o representante da marca ele me fez o convite de ir fazer uma visita e conhecer a fábrica, o que foi um diferencial entre todos os fornecedores de alimentos que já nos visitaram.
 

Por que estou contando isso para você?

Porque a escolha do fornecedor das matérias primas utilizadas pelos serviços de alimentação e industrias é tão importante quanto qualquer outra etapa do processo de produção ou elaboração de alimentos.

Controle de Qualidade da matéria prima

O controle de qualidade da matéria-prima começa no fornecedor do seu cliente, ou seja, se o fornecedor não se preocupar com Boas Práticas no campo, no pré processamento, na embalagem, no transporte, isso com certeza gerará uma queda na qualidade da matéria prima que não será recuperada pelas demais etapas do processo dentro do serviço de alimentação.

É essencial conhecer os seus fornecedores de alimentos, onde se localizam, quais são as práticas de higiene utilizadas no local de produção e se cumprem com as exigências da fiscalização sanitária.
 
É interessante e muito importante verificar o meio de transporte que ele utiliza, se é limpo, se não há mistura de produtos, como por exemplo, alimentos e materiais de limpeza.
O entregador deve estar uniformizado de forma adequada sempre, e ainda o caminhão deve manter o alimento na temperatura adequada.

A oportunidade de uma visita até o local de produção do seu fornecedor, seja a fábrica ou no campo é extremamente válida, para que se tenha certeza de que este é o fornecedor adequado para o negócio do seu cliente.


Sempre que houver esta oportunidade aproveite, mas isso demonstra que seu fornecedor confia em seus processos e que não há problema nenhum em permitir sua entrada e avaliação.

Atendimento a legislação

 O preço que o fornecedor oferece não pode ser o único requisito avaliado quando estamos tratando de alimentos que irão interferir diretamente na saúde e segurança alimentar dos seus consumidores.
 
Após encontrar um fornecedor que atenda todas as suas necessidades de estoque e higiene, que se enquadre no que é exigido pela legislação e Vigilância Sanitária em relação as Boas Práticas, é importante criar um laço de confiança verificando a sua pontualidade, agilidade, disponibilidade, bom atendimento, formas de pagamento, datas de entrega que se encaixem a programação de compras de seu cliente, ou seja, aquilo que chamamos de qualidade de serviços.
 
É muito ruim quando um fornecedor deixa o cliente na mão ou entrega o pedido com itens errados ou embalagens amassadas, sem condições de uso.
Esses tipos de erros causam vários transtornos que afetam diretamente o processo de elaboração dos alimentos, acarretando em atrasos nas entregas e falta de itens necessários.

Formando Parcerias

Após encontrar o fornecedor que se enquadra em todos os requisitos essenciais para o bom funcionamento do estabelecimento e para a excelente qualidade das suas matérias primas, a parceria estará formada, a qualidade da matéria prima será mantida durante toda a cadeia produtiva e muitas dores de cabeça serão evitadas.
 
Como consultor, você pode oferecer este tipo de serviço ao seu cliente, a avaliação de fornecedores ajudará seu cliente a ter melhores matérias primas e que garantam qualidade e segurança aos consumidores.
 
Se você ainda tem alguma dúvida sobre este assunto deixe seu cometário abaixo .
 
 Mayara Vale
Você gostou deste artigo? Deixe seu voto abaixo!!
Como Escolher Fornecedores de Alimentos?
5 (100%) 3 votes