alimento contaminado

 

Cada vez mais ouvimos notícias sobre alimento contaminado e surtos alimentares.

Milhares de pessoas morrem em todo mundo todos os anos de doenças diarreicas consequentes de ingestão de alimento contaminado.

São diversos os tipos de alimentos que estão entre os que mais são suscetíveis a sofrer contaminação durante o processo de manipulação. .

Se não forem tomados os cuidados necessários durante as etapas de elaboração e se não forem implantadas as Boas Práticas nos serviços de alimentação, nunca será possível reverter esse quadro.

Trouxe essa imagem que traz alguns dos alimentos que mais sofrem contaminação aqui no Brasil para ficarmos mais atentos ao manipularmos os mesmos, principalmente quanto às condições de temperatura e conservação dos mesmos.

Em primeiro lugar estão os Ovos:

Ovos crus e mal cozidos são extremamente perigosos, porque durante o preparo o alimento não chegou na temperatura necessária para a eliminação do microrganismo patogênico, principalmente a Salmonella, e assim ele encontra condições ideias de crescimento e contaminação do ovo, ao ponto de causar a Doença Transmitida por Alimento.

Em segundo lugar estão os Alimentos Mistos:

Eles são muito comuns em casos de surtos por serem uma mistura de diversos alimentos de origens diferentes.

A lasanha, por exemplo, contém massa, carne, queijo, molhos.

Esses alimentos possuem um ambiente favorável para a multiplicação de microrganismos patogênicos e por isso devem ser mantidos em temperaturas adequadas de conservação para que não haja o desenvolvimento microbiano.

alimento contaminado

Em seguida estão as Carnes:

Os alimentos de origem animal são os mais suscetíveis a contaminação microbiana, pois oferecem ao microrganismo todos os elementos que ele necessita para sua sobrevivência como: proteínas, água, umidade, PH favorável e se mal armazenados, a temperatura irá contribuir para o seu crescimento o consequentemente a contaminação indesejável do alimento.

Se você quiser mais sobre carnes clique aqui e leia este artigo

Sobremesas e derivados de leite

As sobremesas e os derivados de leite seguem o mesmo critério dos alimentos de origem animal e necessitam de cuidados constantes quanto a manipulação e o modo de conservação até o momento da distribuição.

alimento contaminado

Por fim, a água, que também é um alimento, também está nesta lista.

Sua contaminação acontece mais frequentemente em locais onde o saneamento básico é precário, mas também pode acontecer em qualquer etapa da produção da mesma.

Dentro de serviços de alimentação e industrias o cuidado com a água é essencial para garantir a segurança dos alimentos.

A água é usada para a higienização de instalações, equipamentos e utensílios, além do uso para a higienização das mãos dos manipuladores e de alguns alimentos, como frutas, verduras e legumes.

RDC 216/2004

A RDC 216 traz algumas orientações em relação ao abastecimento de água em serviços de alimentação e eu vou deixar esse trecho da legislação abaixo:

4.4.1 Deve ser utilizada somente água potável para manipulação de alimentos. Quando utilizada solução alternativa de abastecimento de água, a potabilidade deve ser atestada semestralmente mediante laudos laboratoriais, sem prejuízo de outras exigências previstas em legislação específica.

4.4.2 O gelo para utilização em alimentos deve ser fabricado a partir de água potável, mantido em condição higiênico-sanitária que evite sua contaminação.

4.4.3 O vapor, quando utilizado em contato direto com alimentos ou com superfícies que entrem em contato com alimentos, deve ser produzido a partir de água potável e não pode representar fonte de contaminação. 

4.4.4 O reservatório de água deve ser edificado e ou revestido de materiais que não comprometam a qualidade da água, conforme legislação específica. Deve estar livre de rachaduras, vazamentos, infiltrações, descascamentos dentre outros defeitos e em adequado estado de higiene e conservação, devendo estar devidamente tampado. O reservatório de água deve ser higienizado, em um intervalo máximo de seis meses, devendo ser mantidos registros da operação.

Mesmo para os estabelecimentos que possuem abastecimento da rede pública, que fornece uma água potável, os cuidados com o reservatório de água e as tubulações do estabelecimento são essenciais para evitar contaminações da água. 

A contaminação alimentar pode ser evitada.

Com o controle de qualidade adequado e a implantação e manutenção das Boas Práticas de Manipulação de Alimentos é possível garantir a Segurança Alimentar para os consumidores.

É uma luta diária contra o alimento contaminado, deve ser com responsabilidade, consciência e amor pelo o que fazemos isso torna tudo possível!!!

Se você ainda tem alguma dúvida em relação a este assunto deixe seu comentário abaixo!

Mayara Vale

Gostou deste artigo? Então deixe seu voto abaixo!

Alimento Contaminado – Veja quais são os mais contaminados no Brasil
5 (100%) 3 votes
bannerblog-correto