Como em todo processo de produção de alimentos, uma das chaves para a segurança do que está sendo produzido é a conscientização dos colaboradores quanto às boas práticas de fabricação.

Colaboradores treinados desenvolvem habilidades que, entre outros benefícios, geram produção segura de alimentos, redução de desperdício e economia para o estabelecimento.

colaboradores

Durante as visitas, muitas vezes, identificamos que os impressos de controle não estão sendo preenchidos de maneira adequada e que os colaboradores demonstram pouco interesse em realizar procedimentos simples, porém, essenciais.

Entra aí a árdua etapa de conscientização!

Sabemos que recursos e tempo nem sempre favorecem a aplicação de treinamentos de forma adequada e que este processo requer paciência, acompanhamento diário e orientações cíclicas.

Treinamentos muitas vezes são interpretados por colaboradores como “momento de levar bronca” ou ainda “momento de ser exposto perante os colegas” e algumas vezes é o que realmente acontece.

colaboradores

Tornando o treinamento mais agradável

Por se tratar de etapa tão importante no sucesso de nosso trabalho, compartilho algumas sugestões simples para tornar os momentos de treinamentos mais atrativos e agradáveis aos colaboradores, favorecendo a assimilação e gerando melhores resultados:

  • Identificar o melhor dia e horário para que o treinamento possa abranger todos ou o maior número possível de colaboradores.
  • Escolher um local com o mínimo de ruído, de preferência fora da área de produção, longe de telefones e de possíveis interrupções.
  • Preparar o ambiente de maneira agradável com ao menos água e café.
  • Acomodá-los sentados.
  • Utilizar linguagem simples e clara.
  • Utilizar imagens, quando possível.
  • Mesclar assuntos técnicos e não técnicos.
  • Em treinamentos técnicos, explicar de forma clara “o porquê” de realizar determinada tarefa.
  • Provas compostas por poucas perguntas e com respostas alternativas são mais fáceis de serem interpretadas e respondidas.
  • Não abranger mais de um tema por treinamento.
  • Não estender o assunto por longos períodos.
  • Realizar, quando possível, leituras de pequenos textos ou apresentar vídeos de curta duração com conteúdo motivacional.
  • Não obrigar colaboradores a participarem de dinâmicas de grupo, pois nem todos se sentem a vontade com esta metodologia.
  • Pequenos brindes favorecem a adesão aos treinamentos.
  • Planejar tempo para perguntas ao final.

Atualmente, a maioria dos colaboradores possui acesso a internet e é possível que busquem complemento do conteúdo informado em treinamento.

colaboradores

Disponibilizar links para a obtenção de informações e treinamentos gratuitos online, pode favorecer o processo. 

Motivando os colaboradores

Alguns fatores são motivacionais durante o treinamento como: enaltecer a importância das atividades realizadas por eles; de proverem seu sustento e o de sua família de forma digna; ressaltar como são bem vistos por colegas de trabalho, parentes e vizinhos por serem esforçados e produtivos e elogiá-los por todas as atividades realizadas de forma correta.

Vale lembrar que uma das atribuições dos fiscais da Vigilância Sanitária, quando em visita aos estabelecimentos, é solicitar evidências dos treinamentos de boas práticas, desta forma o registro do assunto e a coleta de assinaturas dos participantes é imprescindível para arquivo junto ao cliente.

colaboradores

Conscientizar colaboradores demanda tempo e energia em todas as suas etapas, desde a priorização de assuntos, a elaboração do material, a forma de abordagem, o conteúdo a ser aplicado, os recursos a serem utilizados e o acompanhamento dos resultados.

Por isso é tão importante que seja planejado e que esta energia seja canalizada para a obtenção do resultado esperado.

Se você tem alguma duvida relacionada a este assunto deixe seu comentário abaixo.

Colunista: Sheila S. Castro

Gostou do artigo? Vote abaixo!

Sua opinião é muito importante.

Sensibilização de colaboradores aos treinamentos
5 (100%) 1 vote
bannerblog-correto